Fixação química ou mecânica? Quais fatores podem auxiliar a optar por uma ou por outra?

É preciso se atentar para o fato de que as fixações química e mecânica têm procedimentos específicos de instalação, envolvendo escolha da broca e limpeza do orifício. Veja:

Fixação Química
A adesão do elemento metálico se dá por meio do uso de resinas à base de epóxi (Chumbador Químico de Injeção WQE 550 Plus) e viniléster (Chumbador Químico de Injeção WQI 44 Plus).

É preciso levar em consideração as orientações de aplicação de cada produto para que o chumbador químico escolhido seja compatível com o material-base. Após a cura, a barra está pronta para receber a ancoragem de bases de suporte e de maquinários, que devem ser presos por meio de porca e arruela.

Fixação Mecânica
Os chumbadores mecânicos, também conhecidos como parabolts, têm bitolas e comprimentos variados e fixam por meio de expansão gerada por torque ou percussão. A ancoragem de expansão por torque envolve o uso de barras roscadas ou parafusos (com roscas internas e externas) que se fixam ao furo por meio de atrito. Nos chumbadores por percussão, a fixação acontece por meio da expansão da ponta do parabolt no substrato, provocada pela energia de impacto.  

Walsywa - HÁ MAIS DE 50 ANOS SENDO REFERÊNCIA EM FIXAÇÃO PARA CONSTRUÇÃO CIVIL